Carência...



A "nova espiritualidade" diz-te que não precisas do outro, deves ser auto-suficiente, independente. Mostrar carência é sinal de fraqueza, é sinal de que não fazes o trabalho de cada, de que não sabes cuidar-te. 
Ok... Nada ok!
Quando estou triste preciso de um abraço do outro. (Também me abraço, mas não é o mesmo)
Quando estou com medo, quero que me segurem a mão. ( Também posso apertar a minha própria mão, mas não é o mesmo)
Quando estou carente, preciso de mimo, de um presente. (Também posso mimar-me ou presentear-me, mas não é o mesmo)
Poderia continuar a citar uma lista interminável de coisas/momentos em que sinto que preciso do outro, mas penso que me já me fiz entender.
Vivemos em sociedade por várias razões, uma delas é porque precisamos do outro para muitas coisas ou muitas situações. 
Não somos seres perfeitos, nem sabemos tudo. Eu preciso de outros!